Notícias

Stock Car: Campos sobe nas vitórias de Gomes e Átila

22 Maio 2018, 5:44 pm
Publicado em Últimas Notícias
Ler 560 vezes Última modificação em Terça, 22 Maio 2018 17:46

equipepratidonaduzzistockcar.jpg

A primeira fase do calendário da Stock Car foi encerrada neste domingo em Santa Cruz do Sul com os paulistas Marcos Gomes (Cimed) e Átila Abreu (Shell) dividindo as vitórias na rodada dupla válida pela quinta etapa. Outros destaques no interior gaúcho foram o líder Daniel Serra (RC), que ampliou a vantagem na ponta da tabela com um segundo e um quinto lugares, e Julio Campos (Prati-Donaduzzi), que ingressou no Top 5 do campeonato graças a um 4º e um 9º e está a apenas dois pontos do terceiro colocado.

Campos ficou contente com a escalada na classificação geral – era o 8º e ganhou três posições -, mas lamentou o incidente ainda na primeira curva da bateria inicial. “Sabemos que nosso carro está competitivo. Mas levei uma batida do Serra que fez meu carro vibrar durante todo o tempo. Acho que ele calculou mal, me acertou, retornou, bateu de novo e foi me empurrando até a grama. A direção de prova não fez nada, ela que costuma punir coisas menores. Mas acontece, vamos para a próxima porque não sou de ficar chorando”, comentou.

O paranaense disse que o comportamento do carro mudou depois dos choques. “Ficou muito dianteiro. Algo começou a vibrar e ficou assim o tempo todo, mesmo depois da troca dos pneus externos nas duas corridas. Então, provavelmente danificou alguma coisa no carro, talvez o splitter dianteiro que estava batendo muito. Tiramos dois graus de asa na corrida 2 e o carro continuou saindo de frente”, afirmou. Campos encarou com tranquilidade a nova colocação – agora é o 5º. “Na verdade, já devíamos estar andando por aí desde o ano passado, mas tivemos alguns percalços. Agora estamos mais fortes e no nosso lugar”, completou.

O amazonense Antonio Pizzonia enfrentou uma jornada complicada numa pista onde tem uma vitória e um segundo lugar. Foi envolvido num choque na primeira curva da primeira bateria, voltou aos boxes com a suspensão esquerda traseira danificada e perdeu qualquer chance de sair do Rio Grande do Sul com um bom resultado. O esforço da equipe na recuperação dos danos foi parcialmente recompensado com o 12º lugar na corrida 2. “Acho que este tem sido o ano mais difícil para mim desde que comecei na Stock Car. Hoje, mais uma vez, fiquei com as provas comprometidas pelo acidente. Vamos ver se a sorte muda no segundo semestre”, resumiu.

O diretor-técnico da Prati-Donaduzzi exaltou a eficiência dos mecânicos nos pit stops e a clara evolução da equipe na temporada. “Os meninos trabalharam novamente muito bem. Terminar esta parte do calendário com o 5º entre os pilotos e 6º na disputa das equipes nos dá enorme confiança para a segunda metade do campeonato”, comemorou Rodolpho Mattheis. O calendário será movimentado apenas dia 5 de agosto, com a Corrida do Milhão programada para Goiânia.

A nova classificação do campeonato:

1 – Daniel Serra, 152
2 – Marcos Gomes, 109
3 – Felipe Fraga, 91
4 – Max Wilson, 90
5 – Julio Campos, 89
6 – Rubens Barrichello e Cacá Bueno, 80
8 – Lucas di Grassi, 68
9 – Thiago Camilo, 68
10 – Átila Abreu, 65

Márcio Fonseca (MTb 14.457) | Assessoria de Imprensa da Equipe Prati-Donaduzzi