Notícias

Stock Car terá troca de pneus nas duas corridas em 2018

12 Fevereiro 2018, 12:00 am
Publicado em Últimas Notícias
Ler 428 vezes Última modificação em Segunda, 12 Fevereiro 2018 18:23

 

Prati-Donaduzzi_STOCK.jpg

SÃO PAULO – Opcional até agora, a troca de pneus passará a ser obrigatória na Stock Car neste ano. E não apenas em uma, mas nas duas provas que compõem a rodada dupla da maioria do calendário de 12 etapas que será aberto no dia 10 de março com a Corrida dos Convidados em Interlagos. Nesta, por sinal, por suas características especiais que incluem a maior duração (60 minutos contra 40 das provas regulares) e a presença de dois pilotos por carro, a obrigatoriedade será da substituição dos quatro pneus.

A Equipe Prati-Donaduzzi já está se preparando para essa mudança no regulamento desportivo na base de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. A organização comandada pelo diretor-técnico Rodolpho Mattheis vem trabalhando com afinco na simulação dos pit stops desde que a nova regra foi editada. “A responsabilidade das equipes, especialmente do pessoal encarregado das trocas, aumentou bastante com essa modificação”, lembra o responsável pela preparação dos carros do amazonense Antonio Pizzonia e do paranaense Julio Campos, reconfirmados como representantes da empresa fabricante de remédios na principal categoria nacional.

Outra novidade decorrente dessa alteração, sugerida pela organização da Stock Car com o propósito de melhorar o espetáculo e acatada pelo consenso das equipes, foi o aumento do número de pneus oferecidos aos pilotos. Agora eles receberão dois jogos novos por etapa (eram seis unidades até o ano passado) e continuarão tendo o direito de lacrar três sets usados. O reabastecimento de combustível será livre. “As estratégias seguirão tendo importância fundamental na conquista de resultados”, avalia Mattheis.

Os carros de Pizzonia e Campos voltarão às pistas basicamente com o mesmo visual dos últimos anos e os ajustes na decoração, em linhas gerais uma atualização do layout, não modificarão a “cara” já conhecida do público, principalmente o roxo marcante da identidade corporativa da Prati-Donaduzzi. Por baixo da carenagem, no entanto, é que Mattheis vem dedicando grande parte dos seus esforços nesta pré-temporada. “Estamos concentrados em aumentar a performance dos carros e chegar nos adversários que estavam andando forte no fim do ano passado”, explica. “Vamos também olhar com atenção para a regularidade, porque os resultados em 2017 não refletiram nossas posições de largada.”

Mattheis e seus comandados vêm correndo contra o relógio para deixar tudo pronto até o final deste mês. Os carros deverão vir a São Paulo para a apresentação da Corrida dos Convidados, marcada para 5 de março, e no dia seguinte já estarão em Interlagos. “Temos de trabalhar na montagem dos boxes, fazer o reconhecimento da pista e ajustar o banco dos pilotos convidados. Na quarta-feira eles terão dois treinos de 50 minutos para conhecer o carro”, informa. A Prati-Donaduzzi está finalizando o acordo com os pilotos que se juntarão a Pizzonia e Campos e deverá oficializar os nomes nos próximos dias.

Márcio Fonseca (MTb 14.457)