Notícias

Farmácias são parceiras do projeto Descarte Consciente de Medicamentos da Prati-Donaduzzi

9 Novembro 2016, 12:00 am
Publicado em Últimas Notícias
Ler 1062 vezes Última modificação em Quarta, 09 Novembro 2016 10:55

fcia.JPG

Descartar de forma correta um medicamento vencido ou em desuso já é realidade em algumas farmácias de Toledo. Por meio do projeto de Descarte Consciente de Medicamentos, desenvolvido pela indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi desde 2014, os consumidores podem descartar de maneira adequada pomadas, comprimidos, líquidos, sprays, caixas e bulas de medicamentos em coletores que foram instalados em nove pontos específicos na cidade. Não é permitido descartar agulhas, seringas ou outros materiais perfurocortantes.
As caixas coletoras são descartáveis e feitas em papelão, identificadas com a logomarca da Prati-Donaduzzi, para facilitar o acesso ao público. “Elaboramos esse projeto porque a maioria da população não sabe do risco que traz descartar medicamentos no lixo comum ou em outros lugares. Isso pode causar sérios danos para as pessoas e ao meio ambiente. Por meio desse projeto piloto incentivamos as pessoas a descartarem de forma consciente os medicamentos em coletores específicos para esse fim”, explica a técnica ambiental da Prati-Donaduzzi, Faneza de Oliveira.
O projeto de Logística Reversa de Medicamentos prevê que fabricantes e detentores de registro são os responsáveis pela divulgação, treinamento dos funcionários onde estão localizados os pontos de coleta, transporte e incineração dos materiais coletados. Uma empresa terceirizada faz a coleta dos resíduos nos pontos fixos uma vez ao mês. “Desde o início do projeto já foram incinerados mais de 350 quilos de medicamentos vencidos e em desuso no município de Toledo”, destaca Faneza.

Pontos de coleta
Os medicamentos vencidos ou em desuso podem ser descartados em farmácias parceiras do projeto, localizadas nos bairros: Centro, Jardim Porto Alegre, Jardim Gisela, Jardim Panorama e Jardim Coopagro.
Um dos primeiros pontos de coleta instalados foi na Farmácia Santo Antônio, no Jardim Coopagro. Segundo a farmacêutica Veridiana Lazarin, muitos consumidores já separam os medicamentos em casa e levam para descartar no coletor. “As pessoas aceitaram muito bem a ideia e já criaram o hábito de descartar os medicamentos aqui na farmácia. Além disso, orientamos ainda quem não conhece o projeto para que criem consciência e passem a fazer o descarte no coletor”, frisa.

Descarte Inteligente
A Prati-Donaduzzi é uma das quatro empresas do Paraná que integram o projeto Descarte Inteligente do Sindicato das Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado do Paraná (Sinqfar) e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. O projeto pioneiro no país prevê a instalação de pontos de coleta de medicamentos vencidos ou em desuso em farmácias de Curitiba, Colombo e Toledo.
A logística reversa de medicamentos é fruto da lei federal n° 12.305/2010 e Decreto n° 7.404/2010 (Política Nacional de Resíduos Sólidos), e da Lei Estadual n° 17.211/2012, Decreto 9.213/2013 (Responsabilidade de destinação dos medicamentos em desuso) e Edital de Chamamento n° 01/2012.